Como economizar dinheiro?

23 outubro 2015

Atualmente todo brasileiro fala da tal "crise econômica que assombra o povo". Ok, há realmente um crise por causa da falta de investimento de empresas de fora aqui dentro no Brasil, com isso, há pouco dólar rodando no país e é necessário aumentar o número de real, por este motivo a moeda brasileira fica desvalorizada, dando espaço ao aumento dos preços dos alimentos, vestuários, eletrônicos, diesel e afins. Acho que deu pra entender, né? 
Então neste momento precisamos economizar ainda mais a nossa grana suada, mas como fazer isso? É tudo uma questão de análise, juro, e hoje vamos conversar sobre isso! Já parastes para pensar que, quando compramos uma barra de chocolate, por exemplo, é um gasto ok, mas se compramos uma por semana por exemplo já pode fazer diferença? E no ano então? Vamos a um exemplo:
Então, comprando apenas um chocolate por semana, gastaríamos em torno de R$210,72 e isto é algo desnecessário, é um gasto supérfluo que pode ser suprido por uma necessidade ou algo de bem maior, como por exemplo um cursinho pré enem/vestibular. Quando se tem um objetivo maior a melhor maneira de conseguir alcançar este sonho é eliminando as coisas que não acrescentam. Estabeleça pequenas metas a serem batidas.
Não podemos agir por impulso, o necessário é fundamental, o restante é gasto que não precisamos e que atrapalham na nossa economia. Não podemos nos privar de coisas que gostamos, mas precisamos analisar o quão importante é. Nós somos induzidos a todo momento a gastar, há uma grande estrategia nos shoppings, por exemplo, os pisos são escorregadios para andarmos mais devagar e as vitrines são mais claras, fazendo com que nosso olhar se direcione até ela. Nos supermercados, as padarias, açougues e afins ficam no fundo para que tenhamos que atravessar o estabelecimento vendo a infinidade de produtos que há nele.
Então, gente, o melhor passo para economizar dinheiro é este: analisar as oportunidades, preferencias, necessário e desnecessário. Uma dica bem bacana é fazer uma conta-poupança assim, teremos sempre uma reserva guardada "procriando" ahahhahaha o juros é de 2% ao mês, pode ser pouco, mas já é seu. 

Por hoje é isso, espero que tenham gostado. Não se esqueçam de conferir as luzes/água antes de sair de casa, com um consumo consciente, além de ajudar o planeta, ajudamos o nosso bolso. Como vocês fazem para economizar? Deixem dicas nos comentários. 
Beijos. Amanda. 






Como se dar bem na entrevista de emprego?

19 outubro 2015

Aproveitando essa minha "vibe" a procura de um trabalho, resolvi trazer pra vocês algumas dicas de como se dar bem na entrevista de emprego. A maior parte das empresas, se não todas elas, marcam entrevistas para então contratar um novo funcionário. Para quem, assim como eu, não tem experiência com entrevistas de emprego, é sempre bacana poder ler algumas dicas de como ir bem, o que fazer ou não fazer. 
Semana passada, fiz uma entrevista e, claro, entrei no Google e pesquisei algumas coisas que achava importante e também sobre a entrevista em si. Neste post vou listar as coisas mais úteis para mim, algumas referências (sites) e dicas pessoais - coisas que eu acho que vale a pena.
Você:
Somos analisados o tempo inteiro, de todas as formas possíveis, acredite. Em uma entrevista de emprego devemos comparecer, pelo menos, com 10/15 minutos de antecedência, vestidos de maneira própria para o local de trabalho, busque ir com uma roupa confortável e um tanto formal - jeans escuro e camisa sempre funciona -. Quando se trata de trabalho com o público, a aparência pode contar, deixe o seu sorriso o mais bonito possível e seja simpático. 

Redes Sociais:
Cuide com o que você posta! Seja você mesmo, mas não se autossabote. Seja coerente. Não diga algo que seu Facebook/Instagram/Twitter mostre o contrário. A sua confiabilidade pode ser abalada. 

Experiência: 
Caso não tenha nenhuma experiência, lembre-se de seu período escolar, trabalhos em grupos ou coisas relevantes e que podem acrescentar. Por exemplo, o cargo de Presidente do Grêmio Estudantil de sua escola (lembrando que aplicam-se outras coisas). Nunca minta sobre suas experiências. Dê referências de escola, empresas as quais trabalhou, agregue conhecimento ao entrevistador, às vezes essas informações podem colaborar com você. Caso já tenha trabalhado, em hipótese alguma, não fale mal do local, colegas ou de qualquer coisa referida. 

Perguntas:
Esteja preparado para todos os tipos de perguntas, podem ser feitas algumas "absurdas" e que, para eles, façam sentido. Além de questões sobre você, sua formação, informações pessoais, ambições e afins, podem ser feitas perguntas de raciocínio lógico - não que estas tenham que ter a resposta correta, apenas para ter o conhecimento de como você se sai neste tipo de situação. 

Pretensão salarial: 
Caso o salário seja "a combinar", dê uma resposta flexível e dentro do piso da função desejada. Uma boa dica é deixar um valor bacana para ambos e valorizar a empresa, assim, se for abaixo do que a empresa paga, geralmente, você pode ganhar alguns pontos. 

Perguntar:
Pesquisar sobre a empresa e, durante a entrevista, fazer algumas perguntas para o entrevistador é uma ótima maneira de demonstrar interesse pelo seu possível local de trabalho, no entanto, esteja ciente de cada pergunta que fizer, demonstre curiosidade. Por exemplo, queres uma vaga de estágio, pergunte sobre quantos estagiários a empresa contava no ano anterior, quantos ainda trabalham na empresa atualmente.

Referências bacanas:
Por hoje, as dicas foram estas, caso queiram ver mais posts assim aqui no blog, deixem nos comentários. Aproveita e me conta como foi a entrevista, quem já fez. Quero muito saber quais os aspectos mais "assustadores" para vocês todos. Para mim, com certeza, o mais difícil é falar de mim mesma.
Beijo, Amanda!



Equilíbrio na medida certa: boca tudo, olho nada.

16 outubro 2015

Sexta é dia de baladinha tunts tunts e nada melhor que arrasar com um batom vibrante. Atualmente o que mais se vê por aí é o famoso "boca tudo, olho nada". Os tons de roxo, vinho, marrom e vermelhos abertos vêm tomando conta dos lábios, isso se deve pelo poder que essas cores passam, além do mais, são parcialmente mais práticos, já que podemos passar apenas um rímel nos olhos e um lápis branco na linha d'água - sem esquecer da pele bem feita, viu?

Não é de hoje que pelas telinhas da tv ou feed das redes sociais chove makes completamente básicas mas que são tão charmosas quanto as mais elaboradas. Os lábios são o que mais chamam atenção no rosto, e o batom escuro tem o poder de desenhar e destacar.  Sem contar que os dentes ficam visualmente mais brancos com esses tons, expliquei melhor nesse post aqui


Uma das coisas mais interessantes é que a paleta de cores escuras/forte/vibrantes cai bem para todo tipo de pele, sendo então bem democrática. No inverno, são ótimos pois escondem um pouco as rachaduras que os lábios ganham por causa do vento/frio. E também são perfeitos para a estação já que, apesar de serem escuros, alegram o look. 

Apesar de toda a praticidade, o batom escuro, princialmente os com cobertura mate, requer um contorno antecedente ao batom, pois eles são um pouco mais chatos/complicados de passar com a bala, é sempre legal usar um pincel, assim o batom tem até maior durabilidade nos lábios. Mas nada que possa tirar a beleza dessa combinação maravilhosa <3 p="">Se você ainda não tem noção de como usar essas cores, está aí uma grande oportunidade de aprender e se inspirar, vamos conferir algumas sugestões que separei pra vocês?

E aí, qual a tua opinião? Eu adoro esses tipos de makes, são meus favoritos, ainda mais que os batons escuros/fortes são minha grande paixão.
Beijos, Amanda.







Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...